quinta-feira, 21 de maio de 2009

Terror de te amar...


Sophia de Mello Breyner Andresen

Terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo
Mal de te amar neste lugar de imperfeição
Onde tudo nos quebra e emudece
Onde tudo nos mente e nos separa

4 comentários:

antonio - o implume disse...

Os poemas são lindos e deixam-nos suspensos no nosso respirar... mas prefiro sentir aqui a tia cunhada!

Tia_Cunhada disse...

Este poema é lindo demais... Talvez por estar numa fase em que muito me diz.
Beijo

susana disse...

Tia... quanta produção! Estou surpresa!
O poema é belissimo e, sim, tem tudo a ver...

Tia_Cunhada disse...

Tinha os leitores todos a gritar que queriam mais...