sábado, 30 de janeiro de 2010

Natureza...


A natureza é um templo augusto, singular,
Que a gente ouve exprimir em língua misteriosa;
Um bosque simbolista onde a árvore frondosa
Vê passar os mortais, e segue-os com o olhar.

Como distintos sons que ao longe vão perder-se,
Formando uma só voz, de uma rara unidade,
Tem vasta como a noite a claridade,
Sons, perfumes e cor logram corresponder-se

Há perfumes subtis de carnes virginais,
Doces como o oboé, verdes como o alecrim,
E outros, de corrupção, ricos e triunfais

Como o âmbar e o musgo, o incenso e o benjoim,
Entoando o louvor dos arroubos ideais,
Com a larga expansão das notas d'um clarim.


Charles Baudelaire, in "As Flores do Mal"
Tradução de Delfim Guimarães

21 comentários:

avlisjota disse...

Baudelaire excelente escolha, belo soneto.

Beijos Tia

Tia_Cunhada disse...

Neste poema, Charles Baudelaire descreve a natureza com muita magia...
Beijo José e bom w-end

antonio - o implume disse...

Não admira que a natureza me cause alergia...

Tia_Cunhada disse...

Alergia... não te lembraste de desculpa melhor?!

Bj

José Rui Fernandes disse...

Um soneto que põe a natureza a exprimir-se através do som, num uníssono ora doce como um oboé, ora triunfal como um clarim (semelhente a trompete). Belo poema!

Beijo para ti!

Tia_Cunhada disse...

Eu sabia que ias sentir o chamamento da música...

Beijo para ti tb

mdsol disse...

Beijinho

:)))

Tia_Cunhada disse...

Que beijinho bom... retribuo.

Boa semana

Sight disse...

...Sentir para depois exprimir!
Quem gosta e tem o privilégio de poder e ousar deambular pelas serras, é premiado com sensações inesquecíveis… A Natureza na sua intimidade!

Muito orgulhoso, por ter escolhido uma das minhas fotos!

Bj

Tia_Cunhada disse...

Esta foto e este poema foram feitos um para o outro :-)

Um abraço Sight

Casemiro dos Plásticos disse...

Muito bonito, gostei:9
bj

Tia_Cunhada disse...

Oi Casemiro... gosto de te ver por cá :-)

Bj

susana disse...

A minha prenda vai ser natureza!

Tia_Cunhada disse...

E que bem...
Vai ser difícil adivinhar onde!!! :-)

Beijinho

Francisco Vieira disse...

Boa tarde!

Ja dei tantas voltas, que nao sei como vim aqui parar, mas gostei do blog. Fiz registo e vou passando, se me for permitido :-)

Cumprimentos

Francisco

Tia_Cunhada disse...

Olá Francisco, és muito bem-vindo! Já espreitei os teus blogs e vi que temos um gosto em comum: a culinária (ainda que eu seja mais virada para o vegetariano e gourmet).

Beijinho

Tenshi Tori Kaji disse...

Essa foto parece tirada em Andorra.. =)

Gostei bastante tanto da fotos como do soneto!

Maravilhosos!

Devias de cá vir, T.Z! Ias amar este pais (a Parte por de trás das primeiras árvores...)

Tia_Cunhada disse...

Oh Tamagoshi... estás tão longe!

Esta foto foi tirada pelo Sight, na Galiza, no Trilho dos Moinhos de Folon. Também já fiz este trilho há uns anos com o clube Minh'Aventura.

Beijinho

Tenshi Tori Kaji disse...

Uhhh.. Parece ser um trilho muito "apetitoso".... Por onde passa?

avlisjota disse...

Olá Tia

Er

Toda a magia una... clara voz,
em cândida, e singular essência
dos corpos...

Habitam almas em estado de pureza,
recompensadas a céu aberto ao som
da harmonia das esferas e do canto das filhas da necessidade.

Sejamos a nós caros, nesta viagem terrena e desfrutemos a pureza, singular da liberdade que paira sobre nós...

José M. Silva

Bom fim de semana Tia, escrevi este poema a partir da excelente foto de José Carlos Machado.

Beijoficabem

Tia_Cunhada disse...

Tamagoshi, espreita http://www.minhaventura.com/trilho_picon.asp
Se espreitares as fotos ainda me encontras por lá.
Este trilho é lindo. Bj

José, quanta inspiração... as fotos também podem ser musas inspiradoras :-)

Beijo e bom w-end